Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

OPINIÃO: A polêmica da UTI Covid em Paulo Afonso - ® SELIGANAMUSICA ©™

Fale conosco via Whatsapp: +55 75 988637010

No comando: REGUEIROS GUERREIRO DE JAH

Das 16:00 às 18:00

No comando: Forró até o Caroço

Das 18:00 às 20:00

No comando: AS TOPADAS SLM

Das 00:00 às 21:00

No comando: AS MAIS TOCADAS

Das 05:00 às 13:00

No comando: ESPECIAL JR BLACK

Das 08:20 às 11:50

No comando: O NOVO ESTÁ EM VOCÊ

Das 11:29 às 00:00

No comando: REGGAE IN BOX

Das 14:00 às 16:00

No comando: Senso Crítico

Das 20:00 às 21:00

No comando: REGGAE IN BOX

Das 21:00 às 23:00

OPINIÃO: A polêmica da UTI Covid em Paulo Afonso

CONHEÇA!

SELOS

Publicidade

Publicidade

radiosaovivo.net

POR: Anne Nogueira

UTI Covid é um leito específico para tratamento da PRINCIPAL CAUSA MORTIS que é a Insuficiência Respiratória. Não vai dispor da aparelhagem completa de uma UTI de alta complexidade. Ou seja, em caso de acidente grave, o cidadão de Paulo Afonso continuará refém e dependente das UTI’s de outras cidades e Estados.

Mas nós já temos HOJE, a UTI Covid pronta a receber pacientes? NÃO.

Então criar na população o pânico de pacientes virem pra cá é correto? NÃO.

Por que, apesar de todos os esforços, se hoje se confirmar em Paulo Afonso 1 caso que evolua para a SARS, esse paciente terá que ser REMOVIDO, RECEBIDO e ATENDIDO em qualquer unidade que disponha da UTI COVID.

Hoje quem é contra a vinda de pacientes, também será contra a ida dos “Nossos”, a outros centros caso precise?
Ah… mas não temos nenhum caso (e nem UTI). AINDA. Não somos alecrins dourados.

Em todas as “LIVES”, os que são contra se manifestaram…uma questão NÃO vi levantada: a preocupação com a linha de frente, com os PROFISSIONAIS DE SAÚDE, os verdadeiros guerreiros que não podem se dar ao direito do isolamento, NÃO LI UMA LINHA de alguém preocupado com os nossos soldados, ademais… um post onde a ideia era mantê-los isolados, quase em CÁRCERE PRIVADO até a pandemia acabar, ou seja, nenhuma humanidade com quem arrisca a própria vida. Riscos da função? SIM , mas deve ser um risco CALCULADO, MINIMIZADO, priorizando a segurança. Se não podemos negar atendimento (ÓBVIO), que todos os esforços sejam em RESGUARDAR e PROTEGER os nossos profissionais. Capacitando-os, investindo maciçamente nos EPI’S em quantidade e qualidade, priorizando protocolos de segurança, limpeza e higiene. Preservando a vida desses (pouco reconhecidos), mas IMPRESCINDÍVEIS. A linha de frente que não se acovarda, enfrenta o risco, presencia a crise e que lida com essa brutal realidade deve ser RECONHECIDA, PROTEGIDA e VALORIZADA.

A esses profissionais toda a minha DEFERÊNCIA (como enfermeira e cidadã). A VIDA DE TODOS IMPORTA. TODOS. SEJAMOS O EXEMPLO DAQUILO QUE QUEREMOS.

Deixe seu comentário: