Pedido de Música

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Nobat lança single que homenageia o samba, traz registro inédito de Elza Soares e participação de BNegão - SELIGANAMUSICA®

Nobat lança single que homenageia o samba, traz registro inédito de Elza Soares e participação de BNegão

Ouça rádios online no seu celular ou tablet. Disponível para Android e iOS. Ouça rádios online no seu celular ou tablet. Disponível para Android e iOS.

“Me Deixa Sambar”, novo single de Nobat, une três vivências repletas de identidade e potência. O cantor e compositor mineiro tem a companhia luxuosa de Elza Soares e BNegão neste novo trabalho, segundo capítulo de uma trilogia que atravessa vários Brasis de diferentes perspectivas, para então celebrar um dos principais gêneros musicais nacionais, o samba. As gravações foram feitas em março de 2021, alguns meses antes da passagem de Elza, sendo um dos seus últimos registros fonográficos. No dia 14 de abril, a faixa chega nas plataformas de streaming. Trata-se do segundo single do próximo disco do artista, MESTIÇO, previsto para junho. “Me Deixa Sambar” vem acompanhada de um videoclipe que enaltece a beleza de Belo Horizonte, a força da dança e dedica uma delicada homenagem à Elza.

A presença de um nome como de Elza Soares em um trabalho como este toca profundamente no imaginário popular brasileiro, por tudo que representou a vida e obra da “Mulher do Fim do Mundo”. “Na noite em que ela gravou a canção, nós nos falamos por telefone e foi uma das experiências mais incríveis da minha vida. Ouvi-la dizer meu nome já foi uma das maiores emoções que vivi, mas mais fabuloso ainda foi poder ouvir seu olhar sobre a música, sobre nosso povo, nosso país”, relata Nobat, que destaca uma fala entre as que foram trocadas com Elza: “o Brasil sempre vence no final”.

Como um grito pela liberdade, a escolha por homenagear o samba passa pelo histórico do gênero sempre ligado às classes trabalhadoras, com visões politizadas e ainda assim, muitas vezes, esperançosas. Por conta de suas visões social e política, e de uma história que atravessa o samba em diversos momentos, BNegão foi essencial como uma das vozes da música. “Ele é um artista que pautou o pensamento e comportamento de uma geração, um cara que sempre elaborou muito bem sua visão sobre seu tempo e nosso povo. É para mim motivo de muito orgulho tê-lo nesse trabalho e foi fundamental sua participação nessa faixa”, conta o mineiro sobre a parceria com o carioca.

Com produção musical de Barral Lima, o arranjo da música faz referência a variações do ritmo, como o samba-funk, a gafieira e o samba-rock, tudo isso em comunhão com beats, sintetizadores e samples, estabelecendo assim uma relação entre o tradicional e o contemporâneo. Este é outro aspecto que reforça a presença de Elza no trabalho que, além de ter sido uma artista sempre inquieta, conectada à estética de cada década, teve sua história intimamente conectada ao samba. “Sempre digo que ser brasileiro é um dos pontos cruciais da minha identidade como um ser que vive, pensa, fala, canta. O samba é um dos principais dados dessa identidade, pois é uma das coisas mais incríveis que o Brasil entregou ao mundo e faz parte da minha vida muito antes de eu nascer”, comenta.

Dirigido por Natacha Vassou e Lucas Espeto, o videoclipe da faixa foi gravado na capital mineira em março deste ano. A performance da dançarina Raquel Cabeneco, que em alguns momentos parece encarnar a alma de Elza, emite uma mensagem de protesto: “‘me deixa sambar’, como quem diz, ‘me deixa viver!'”, reflete Nobat sobre o registro audiovisual.

Carregado de emoção, o conjunto da obra exprime a grandeza de Elza e a falta que a mesma deixa. “Senti muita emoção e acredito que foi ali, ao ouvir sua voz cantando enquanto rodamos o clipe, que me caiu a última ficha de que, ao mesmo tempo, realizei esse sonho incrível de trabalhar com uma das maiores cantoras da história da MPB, mas que também a perdemos. Artistas como Elza não vão embora, sua arte e sua vida ecoarão em nós para sempre. O que importa é o que faremos com isso. Como a própria rainha diz no fim da canção: ‘Se liga, Brasil: eu quero ver a gente sambando (sonhando) de novo'”, finaliza ele.

TEXTO:  Agência Retalho Comunicação e Produção

Deixe seu comentário:

CONHEÇA!

PUBLICIDADE

radiosaovivo.net
radiosaovivo.net
© Direitos Reservados - SELIGANAMUSICA 2025 | Jeová Deus no comando e nós no caminho, sem eles não somos nada!